Compartilhe com quem vai gostar!

Uma marca oferece uma experiência distinta e evoca emoções nos clientes. É por isso que é importante que as empresas se preocupem com a marca e o espaço interior como um conjunto só. A decoração de ambientes transmite ao colaborador e ao visitante a cara da sua empresa, o que ela é.

Pergunte a si mesmo: “O que desejo que meus clientes sintam no momento em que entram pela porta da minha loja?”

Em nossa empresa sempre falamos sobre a identidade da marca de nossos clientes e como elas devem ser consistentes em todos os aspectos do negócio.

Quero usar a Starbucks como exemplo ao longo deste post sobre como uma marca executa design de interiores.
Quaisquer que sejam seus sentimentos na Starbucks, a marca é inegavelmente uma potência de design.

Eles acreditam que um café deve ser um local acolhedor, convidativo e familiar para as pessoas se conectarem.
A Starbucks projeta seus interiores aproveitando essa ideia, refletindo as características únicas da cidade e bairros que eles servem.

A missão da Starbucks é criar uma experiência espetacular, alinhada com a cultura local e projetada para refletir as características únicas de cada bairro em conjunto com sua marca.

Loja Starbucks e seu marketing na decoração Loja Starbucks e seu marketing refletido na decoração

Qualquer pessoa que visse a marca Starbucks seria capaz de perceber que está em uma loja Starbucks. Por quê?
Porque a Starbucks entende que seu design de interiores é uma extensão do serviço ao cliente, experiência e identidade da marca.

A estratégia por trás do design de interiores é simples. Eles localizam elementos da loja para refletir a vizinhança em que estão localizados, mas continuam fiéis à experiência da Starbucks.

Você ainda pode sentir que é um Starbucks, mas também tem um senso de lugar e pertencimento.

Não é apenas uma história de café; é também uma história cultural local. Eles querem ressoar com os habitantes locais e também com turistas.

Como preencher a lacuna da marca e do design de interiores

Então, como você faz isso para o seu negócio? Primeiro, considere sua marca ou de seu cliente e depois dê uma olhada no design do seu espaço.

Você usa as mesmas palavras descritivas para descrever seu espaço como para seu produto ou serviço?
Estender sua marca ao seu espaço interior ajuda você e seus clientes a entender quem você é e o que torna sua empresa única.

Abaixo está um resumo de como recomendamos trazer a sua marca para o seu espaço físico.
Lembre-se de que você não precisa ter uma loja para comunicar sua marca através do espaço físico; pode ser seu escritório, salas de pacientes ou escritórios de armazém.

1. Colaborar e agendar

Colabore o mais cedo possível com todas as partes envolvidas: arquitetos, designers de interiores, agências de marketing e branding, etc.

Manter todas as partes incluídas na tomada de decisões leva a melhores ideias e cria um projeto mais forte em geral.

2. Orçamento

Defina claramente o que você precisa para concluir seu projeto e o que deseja.

Os custos do design de interiores podem variar de acordo com o escopo do projeto, portanto, saiba onde pode dar e receber dentro do seu orçamento.

Seja honesto consigo mesmo sobre o que deseja e o que precisa para o seu espaço.
Ficar dentro do orçamento às vezes significa comprometer certas coisas para que você saiba seus limites.

3. Pilares da marca

Os pilares da marca são as verdades profundas que sua marca adota todos os dias; culturalmente, fisicamente e emocionalmente.
Esses pilares da marca não apenas descrevem sua cultura, mas também podem ajudar a orientar a direção de arte de seus quadros de humor (que será o próximo!).

Toda a fundação da marca conta com esses pilares para permanecer firme durante toda a vida útil da marca.
Por exemplo, sua empresa é limpa, minimalista e moderna ou é divertida, colorida e energética?

Você já pode ver esses adjetivos imediatamente trazendo duas imagens completamente diferentes em sua mente.

4. Quadro de humor interior

Um quadro de humor é uma coleção de imagens, palavras, fontes e cores que, como uma coleção, pretendem evocar um sentimento sobre sua marca.

Criar um quadro de humor para o espaço interior ajudará a entender melhor, ganhar coesão e comunicar sua marca.

Em seguida, você pode usar esta placa para ajudá-lo a decidir as opções de móveis, uma decoração de parede em destaque e luminárias alinhadas com a sua marca quando começar a explorar as opções de design.

5. Mapear uma planta baixa

Uma planta baixa é um diagrama de uma sala de uma perspectiva aérea para ajudá-lo a planejar a colocação de móveis e quantas pessoas fluirão confortavelmente pelo seu espaço.

Uma planta é como um mapa, mostra para onde você está indo e como chegar lá.

Com uma boa planta baixa, você saberá o tamanho certo de móveis para comprar e onde colocá-los para o máximo uso e conforto.

6. Loja

Procure peças de mobiliário local ou online que estejam alinhadas com o seu painel de humor interior e divirta-se!
Não se esqueça do seu orçamento e da sua planta baixa. Primeiro, compre suas peças básicas: tinta, cadeiras, sofá, mesa de escritório etc.

As lojas da Swatch são sucesso na mescla do marketing com design de interiores As lojas da Swatch são referência na mescla do marketing com design de interiores / Branding

Quais peças você precisa comprar para que seu espaço interior possa transmitir a marca com sucesso?
Tenha cuidado para não ser sugado para comprar o que deseja, mas concentre-se primeiro nos itens que você precisa.

7. Executar e refinar

Uma vez que todas as suas peças internas de “necessidade” tenham chegado, comece a organizá-las no seu espaço, de acordo com sua planta.

Teste tudo e volte com seu quadro de humor interior. Isso vai junto?

Você usa as mesmas palavras descritivas (pilares da sua marca) para descrever seu espaço como sua marca, produto ou serviço?

O seu espaço continua contando a história da sua marca? Se a resposta for “SIM!” E se ainda houver espaço em seu orçamento, comece a adicionar alguns acentos adicionais de “desejo” que continuam a história da marca, como decoração, luminárias, escolha de travesseiros, tapete e etc.

Por que isso importa?

A marca é um elemento essencial do seu negócio. O design de interiores com marca é uma ferramenta essencial para reforçar e fortalecer seus negócios, reforçar o vínculo com o cliente e melhorar a experiência geral.

A marca de uma empresa comunica o que os torna únicos e os ajuda a se destacar da concorrência.

Voltando à Starbucks, existem muitas empresas que também vendem café – mas nenhuma se compara à Starbucks.

Desde a sua fundação, no início dos anos 90, a Starbucks se esforçou para construir sua identidade de marca, oferecendo aos clientes uma experiência relaxante e agradável.

Desde o início, o aspecto experimental da marca foi implementado de maneira consistente e eficaz em todas as lojas da Starbucks em todo o mundo.

A declaração de missão da Starbucks é “Inspirar e nutrir o espírito humano – uma pessoa, uma xícara e uma vizinhança de cada vez”.

O único número que importa para a Starbucks é “uma”. Uma xícara. Um cliente. Um parceiro Uma experiência de cada vez.

A estratégia de marca da empresa acompanhou o tempo e evoluiu para aproveitar as tendências novas e emergentes, mantendo-se fiel à sua missão.

A Starbucks começou recentemente a mudar sua equipe de design de interiores da sede para as comunidades reais onde eles estariam projetando lojas.

A partir deste ano, a Starbucks tem mais de 200 designers que estão trabalhando em 18 estúdios de design diferentes em todo o mundo.

Com mais pessoas espalhadas, eles começaram a perceber que o fundamento original de ser “Seu café da vizinhança” começou a recuperar suas raízes autênticas.

Observe que a única coisa que estava sendo alterada aqui – era o design de interiores. A missão, a experiência e o café ainda são todos iguais – é assim que o design de interiores pode ser impactante para os negócios.

Conclusão

A marca não termina quando o logotipo é finalizado, quando os cartões de visita são impressos ou quando um site entra no ar.

Durante cada etapa do processo de criação de marca, você deve se perguntar: “O que eu quero que meus clientes sintam?” Isso deve se estender dentro do espaço físico da sua empresa.

O espaço de design ambiental é um elemento crucial da experiência da marca.

A execução interior deve incorporar os valores e a vibração da sua empresa da mesma forma que um logotipo, site ou ainda uma mídia social.

Compartilhe com quem vai gostar!